O que custa são os primeiros 20 anos...

Edgar Saramago

Estreou em 1995, no Coro do Ateneu Artístico Vilafranquense, e desde então o curso tem estado na base da formação em direção coral e técnica vocal de muitos diretores corais bem conhecidos dos palcos protugueses.

 

Atualmente organizado pela ACAN - Associação Coral Ares Novos, o curso destina-se a:

 •    Professores de formação musical, canto e classes de conjunto (coro ou instrumentos);
•    Maestros de coros, orquestras e bandas;
•    Estudantes de música em geral e de direção em particular;
•    Professores de música;
•    Professores de todos os graus de ensino geral; 
•    Cantores profissionais e amadores;
•    Profissionais da voz.

 

Os inscritos em Direção Coral serão avaliados no primeiro dia de trabalho e aconselhados a incorporarem um dos três níveis de trabalho, consoante a sua experiência e/ou formação específica:
A – Principiantes;
B – Experientes;
C – Formados na especialidade.
 

Todos os inscritos em Direção Coral frequentam:

  • Duas aulas diárias individuais de técnicas de ensaio e de concerto;

  • Aulas diárias de ensaio com coro;

  • Aulas de grupo de direção;

  • O curso de Técnica Vocal.

  • Ensaio de Repertório (incorporam o coro de curso).

 

O curso de Técnica Vocal destina-se a todos os interessados em melhorar as suas prestações e a sua saúde vocal.

Os inscritos em Técnica Vocal frequentam:

  • Duas aulas personalizadas de canto diárias;

  • Incorporam o coro de curso.

Curso de Direção Coral e Técnica Vocal